Universidade do Minho  

         
 
  Autenticação/Login
 
homepage
Mapa do Site
Contactos
FAQs
Email
   
  imprimir
 

CDU - Classificação Decimal Universal

Compreender a CDU

As bibliotecas da Universidade do Minho funcionam em regime de livre acesso às estantes e o seu fundo documental, com exceção das publicações periódicas, está organizado tematicamente, de acordo com a Classificação Decimal Universal (CDU). Essa arrumação é possível pois todas as publicações que dão entrada nos Serviços de Documentação são previamente analisadas, do ponto de vista do seu conteúdo intelectual, por técnicos superiores de biblioteca e documentação, a fim de se determinar o(s) assunto(s) sobre que versam.

O que é a CDU - Classificação Decimal Universal?

A Classificação Decimal Universal é um esquema de classificação uniformizado e normalizado, amplamente usado nacional e internacionalmente, que visa cobrir e organizar a totalidade do conhecimento humano. É uma classificação decimal dado que a totalidade dos conhecimentos é dividida em 10 classes, que se subdividem de novo decimalmente, do geral para o específico. Cada conceito é traduzido por uma notação numérica ou alfanumérica (Ex. Ao conceito geral Educação corresponde a notação numérica 37).

Uma das principais vantagens desta classificação reside na sua dimensão internacional, dada a sua independência face a todas as expressões idiomáticas, o que facilita enormemente a pesquisa e a troca de informação ao nível internacional. No seguimento do exemplo anterior, tal significa que a notação 37 e o conceito que lhe está associado, é igual em todas as bibliotecas do mundo que adotem este sistema de classificação. Em Portugal, o uso deste sistema de classificação é generalizado, tanto nas Bibliotecas Universitárias, como nas Bibliotecas Públicas e Escolares.

Estrutura da CDU

A CDU é composta por:

a) Uma tabela principal de matérias, que enumera hierarquicamente o conhecimento, nas referidas 10 classes. As divisões principais são:

0 Generalidades
1 Filosofia. Psicologia
2 Religião. Teologia
3 Ciências Sociais
4 Classe atualmente não usada
5 Ciências Exatas. Ciências naturais
6 Ciências Aplicadas. Medicina. Tecnologia
7 Arte. Arquitetura. Recreação e Desporto
8 Linguística. Língua. Literatura
9 Geografia. Biografia. História

Cada classe principal subdivide-se decimalmente em subclasses que por sua vez também se subdividem em áreas cada vez mais especializadas.

Exemplo:


3 Ciências Sociais
30 Teoria das Ciências Sociais
31 Demografia. Estatística. Sociologia
32 Ciência Política
33 Economia
330 Ciência económica em geral
331 Economia do trabalho
332 Economia Regional
334 Formas de organização e cooperação
336 Finanças. Finanças Públicas
336.1/.5 Finanças Públicas. Finanças do Estado
336.2 Impostos. Direitos. Taxas. Contribuições
336.3 Empréstimos públicos. Dívida pública
336.4 Outras fontes financeiras. Administração aduaneira
336.5 Despesa pública
336.6 Finanças do sector comercial
336.7 Moeda. Sistema monetário. Bancos. Bolsas
336.7. e assim sucessivamente.
338 Política económica. Administração económica
339 Comércio. Economia internacional
34 Direito
35 Administração Pública
36 Assistência Social. Seguros
37 Educação. Pedagogia
39 Antropologia. Etnografia

b) As tabelas auxiliares , que representam não assuntos, mas formas de os especificar (por lugar, tempo, forma, língua, etc.), flexibilizando muito mais a representação dos conceitos.

c) Um índice , lista alfabética de conceitos. A cada conceito corresponde uma notação que serve de guia na consulta da tabela principal, para mais fácil e rapidamente se localizar a notação adequada ao assunto que se pretende pesquisar.


Encontrar os livros na estante através da CDU

As bibliotecas da Universidade do Minho usam a CDU para arrumar as obras na estante. Assim, o sistema de cotas adotado pelos SDUM baseia-se nesse sistema de classificação. As obras são classificadas e depois arrumadas na estante de acordo com a notação principal que lhe for atribuída. A determinação da notação principal procura sempre basear-se no assunto central da obra.

A cota é composta pela notação CDU e pela letra inicial do apelido do Autor ou do Título da obra (em caso desta ter mais de três autores).


Exemplo:

Martins, Oliveira, 1845-1894
Portugal Contemporâneo / Oliveira Martins. - 9ª ed. - Lisboa : Guimarães Editores, 1986.
CDU 946.9"18"

CDU LIVROS

A distribuição dos diferentes assuntos pode ser identificada nas plantas das bibliotecas que se encontram afixadas em diversos locais. As cores das estantes ilustram as áreas temáticas.

 


 
  © 2017 Universidade do Minho  - Termos Legais  - actualizado por SDUM Símbolo de Acessibilidade na Web D.
 
ISO9001   Entidades certificadas:
Biblioteca Geral da Universidade do Minho
Biblioteca da Universidade do Minho em Guimarães